logo
Post view

Relações Públicas, Angariadores, ou convites desinteressados?

Quando a esmola é muita, o pedinte desconfia, diz o povo.

Paga o justo pelo pecador, diz o povo tb.

imagem

Antes de mais, saibam que gostamos de clubes, temos carinho pelo staff e gerentes e acreditamos que não lhes preocupa apenas fazer dinheiro. Ha clubes com festas fantasticas, preços simpáticos e facilidades imensas, até para quem tem dificuldades financeiras.

Em tudo há coisas boas, coisas más e coisas assim assim, que poderiam ser melhorzitas. Vamos pensar nos Angariadores, relações públicas ou como lhe queiram chamar. Obviamente é bom para toda gente, tanto clubes como casais iniciantes, que existam relações públicas. Afinal, uma grande discoteca como o Twins não seria o mesmo, sem a relações públicas.

Quando uma miuda na rua vos entrega uma publicidade para ir a um Bar, entendem logo que se trata disso mesmo, publicidade. Se alguém vos faz um convite verbal para encontrar num bar, o natural é pensarem que se possa tratar de um interesse para algo mais. Principalmente se for para um clube swing. Sejamos intelectualmente honestos.

É útil e salutar que os clubes tenham RP's. É desagradável que se confundam com outros casais. Mais que desagradável, é enganar as pessoas, é deselegante, é acima de tudo, uma falta de respeito.

Isto não significa que todos RPs ou angariadores sejam maus. Haverá bons exemplos, maus e assim assim.

Vamos imaginar uma coisa má:

Coisa má, é um casal encontrar-se convosco e insistir para ir ao clube A,e tinha de ser num sábado. Nós até queriamos conhecer outros clubes na 6a feira aproveitando que o consumo era livre, algo que o casal recusou, não queria, não interessava ir nem ao clube B nem C. Insiste muito e como estão longe de casa, lá acedem para entretanto esse casal já ter combinado com outro casal.

Chegam ao clube e o casal "angariador", preocupado em angariar em vez de fazer amizade, nem sequer apresenta o terceiro casal. Entram no clube, pagam uma joia (algo que no clube B e C não pagariam) e o casal angariador fica entretido a conversar com o outro casal.

Ora, quando nós convidamos um casal a conhecer um clube, mesmo descobrindo que "não faz a nossa onda", ficamos a conversar com eles na mesma, pois tomar café ou ir a um clube conhecer um casal, não implica swingar, mas sim conviver e conhecer pessoas.

Para melhorar as coisas, no clube A, quem faz as honras da casa, se não tiver nenhuma vocação para relações publicas, pode o casal simplesmente sentir-se desintegrado. Infelizmente esta história é verdadeira, mas como ainda assim gostamos do clube, omitimos o nome porque se trata de ilustrar um mau exemplo e não de falar mal do clube.

Mas viemos a saber que o dito angariador foi "promovido" internamente e nós não voltámos lá por enquanto. Muitos km, dois dias de hotel, joia, entrada, para passarmos horas sozinhos num clube. Poderiamos ficar em casa sozinhos a beber Moet Chandon e comer mariscada com o que gastámos.

Um caso assim-assim

Um caso menos mau, mas ainda assim que podia ser melhor, aconteceu-nos num clube onde sentimos muito bem, muito á vontade. Um ano depois de visitar, conhecemos um casal, super interessante que meses mais tarde nos convidou a ir ao clube. Ora, há faísca, pensámos. Ainda bem.

Chegando ao clube, o casal estava muito solicitado para conversar com muitos casais. "É um casal popular", pensámos. Ficámos um pouco frustrados, pois tinhamos a expectativa de conversar melhor, conhecer melhor, e outro dia quem sabe algo mais. De facto estranhámos serem tão atenciosos, mas lá está, parecia que nos tinham confundido com um casal novato no clube, e os carinhos sempre eram simpáticos, apesar que já conheciamos bem o clube.

Claro que devemos ser ou burros ou ingénuos, pois um ano mais tarde é que em conversa informal comentavam que o dito casal era "Relações Públicas".

Um caso positivo

Há um casal com qual conversamos ha bastante tempo e ainda não calhou conhecer porque apenas frequentam um clube que ainda não conhecemos. Ás vezes parecem radicalismos saloios, mas cada um tem a sua razão e não devemos julgar precipitadamente. Em conversa de ocasião, o simpático casal comentou fazer parte do Staff de um clube, que eramos bem vindos a visitar, e ainda nos fizeram uma atenção que muito nos agrada.

Neste caso, soubemos exactamente o que esperar, total transparência, nada de sermos induzidos em erro.


Conclusão

Aos gerentes dos clubes, o que recomendariamos é "Transparência". Se há um casal que faz parte do staff ou é RP, que fique claramente identificado. O comportamento estilo loja do chinês ou barraca de ciganos para comprar produto sendo enganado, não faz o nosso estilo, nem deveria ser aceite no meio Swing.

De forma transparente, todos ganham, de forma séria e honesta, sem frustrações.

L-A-Couple 09.01.2014 3
Comments
Order by:
Per page:
 
  •  Alguem: 
     
    Fui poucas vezes a clubes , mas tambem fiquei desiludido com algumas atitudes do Staff......para entreter e convidar a visitar o espaço.
    Mas tambem reconheço que já fui muito bem recebido e tudo era transparente em outros clubes.

    È bom compartilhar opiniões, pois ajuda a melhorar o SWING....
     
     23.03.2014 
    0 points
     
  •  L-A-Couple: 
     
    Agradecidos pelo comentário. :)
    Criticar é fácil, fazemos um esforço para não simplesmente "falar mal". Os clubes são muito importantes e essenciais. São geridos por pessoas, ninguém é perfeito e cada um faz o que pode.
    Mas dito isto, quem não sente, não é filho de boa gente.

    Já que ninguém trabalha de borla, e os clubes se tornaram provavelmente num "bom negocio" (não sejamos ingénuos, se não fosse não haveriam tantos), então tb tem de ter "profissionalismo". E Ter profissionalismo, é considerar o bem estar dos clientes, não enganar os clientes, etc. Pq, lá está, não somos "sócios", "amigos", "compinchas". Somos primeiro "Clientes" e depois com sorte, amigos.

    E nada contra ser um "negócio". Há procura, é oferta, logo há mercado. Aumentando o mercado, deveria aumentar a qualidade (menos musica pimba, melhores DJ's foi uma grande diferença nos últimos 2 anos). Só que nem sempre o zé tuga sabe aumentar a qualidade para concorrer. Se somos um povo com muitos ignorantes que ainda se satisfaz com a falta de qualidade e compram aparelhos elétricos no chinês que duram 23 minutos, é normal que muitos destes achem que lá por ser relativamente económico ir a um clube (comparativamente a uma disco/motel) isso justifica a falta de qualidade. Pois não é assim tão económico, pois até o chinês paga (alguns) impostos, enquanto os clubes podem trabalhar descansados que ninguém pede o livro de reclamações. O que não podem impedir-nos é de apontar melhorias.

    O que se corre é o risco de ficar "queimado". Por isso, não falamos nomes de pessoas nem clubes. O barrete enfia a quem servir e as alegorias servem de lição a todos, já que a ideia não é falar mal deste clube ou daquele. É que todos saibam trabalhar melhor.
     
     11.02.2014 
    0 points
     
  •  cplnortuga: 
     
    Boas!

    Desde já os nossos parabéns pelo "post". Concordamos inteiramente com o que escrevem e temos mais a acrescentar. No entanto iremos aguardar mais uns dias e penso falar mais umas pekenas coisas acerca do assunto, que entendemos omissas neste texto.

    Bjocas e abraço

    cplnortuga
     
     10.02.2014 
    0 points
     
Post info
flag L-A-Couple

 44  33
09.01.2014 (2108 days ago)
Rate
0 votes
Actions
Categories
Entertainment Blogs (19 posts)
Lifestyle (10 posts)
Music (1 posts)
Videos (4 posts)